9.12.14

Quissama (O império dos capoeiras) - Maicon Tenfen


Título: Quissama
Autor: Maicon Tenfen
Editora: Biruta
Páginas: 308
Sinopse:
Rio de Janeiro, dezembro de 1868. O moleque Vitorino Quissama foge da senzala para procurar a mãe desaparecida. Recorre ao viajante Daniel Woodruff, ex‑agente da Scotland Yard que pode ajudá‑lo em sua missão. Transitando entre os salões da corte e as precárias moradias dos cortiços, a dupla terá de enfrentar os perigos e as injustiças de uma sociedade sustentada pelo trabalho escravo. Baseado nos manuscritos de Daniel Woodruff (1832-1910), O Império dos Capoeiras reconstitui a saga de uma cidade dividida pela guerra secreta dos Nagoas e Guaiamuns, duas das maiores e mais temidas maltas do século XIX. Numa época em que o escritor José de Alencar era Ministro da Justiça e o Império do Brasil destinava todos os seus recursos à Guerra do Paraguai, Woodruff mal podia imaginar que, por trás da busca pessoal de Vitorino, insinuava‑se uma conspiração que mudaria os rumos da nossa História.

*esse livro foi enviado para mim pela editora como cortesia para resenha.


Levei bastante tempo para finalmente acabar esse livro, fim de ano é uma loucura e quase não arranjo tempo para ler, mas o que importa é que terminei, então vamos a resenha!


Quissama é basicamente uma parte do diário do inglês Daniel Woodruff, na qual ele relata sua estadia no Brasil, mais especificadamente no Rio de Janeiro. Ele se envolve no caso do Vitorino Quissama que está a procura de sua mãe desaparecida, o garoto foge da senzala para pedir ajuda a Woodruff (que é ex-agente da Scotland Yard), pois acredita que ele pode ajudá-lo nessa missão.
Acaba que essa procura pela mulher é apenas a ponta do iceberg, o inglês se mete em cada confusão e descobre coisas que como diz a sinopse do livro "mudaria os rumos da História".


Um fator legal desse livro é que em vários momentos são citados nomes famosos para nossa história, como José de Alencar e Castro Alves, foi uma forma de entender um pouco do contexto histórico que eles estavam envolvidos, que por sinal era cheio de luxo, corrupções e até assassinatos.

A linguagem é característica do século XIX o que torna tudo ainda mais realista, parecia que eu estava mergulhando no Brasil, mas não pelo ponto de vista de algum imperador ou escravo, por alguém de fora, um estrangeiro.

“Eis um detalhe que nunca compreendi na história deste país. Não era Pedro I um português de pia e coração? Não era filho do rei de Portugal? Então como é possível que o próprio herdeiro do trono, e não um grupo de brasileiros descontentes, tenha desempenhado o papel de libertador? Concluo errado ou isso significa que o Brasil se livrou de Portugal para continuar nas mãos dos portugueses? Como entender esse povo?” 

Daniel é um protagonista interessante, ele me deixava bem intrigada com sua facilidade de desvendar as "pistas", mas tinha um ego bem inflado que irritava um pouco. Gostei de como ele ajudou um escravo, mesmo sendo ilegal e nada bem visto para aquela época.
Também adorei a dona da pousada/ casa que mister Woodruff se hospeda no início, ela é prestativa e meio doidinha, haha.



O livro é dividido em duas partes e capítulos, ele também conta com lindas ilustrações feitas por Rubens Belli,  a capa é maravilhosa, adorei os pequenos detalhes da ponta. A diagramação também é ótima, a fonte grande facilita a leitura.

Em suma, Quissama é um livro interessantíssimo, que indico para todos, principalmente para os curiosos com a nossa história ou que tem uma curiosidade em casos como esse.

★★★

ps: eu sei que o 7 on 7 desse mês está atrasado, mas eu fiquei sem internet por 3 dias e  não deu para escrever o post, vou postar ele no dia 12.

7 comentários:

  1. Oie
    Não conhecia o livro, mas fiquei curiosa por ser uma história real, pelo menos pelo que entendi kkk
    É muito interessante ver como os estrangeiros veem o Brasil, ainda mais no século XIX
    Bjs
    sobrelivrosesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Lara!
    Gostei bastante da sua resenha mas confesso que carrego um trauma enorme dentro de mim quando se trata de história do Brasil. Nossa, não sei se devido aos livros que era obrigada a ler na época da escola, só sei que todo livro que tem esse toque de história do Brasil eu evito totalmente!

    Um super beijo!

    ResponderExcluir
  3. Fiquei bem curiosa com esse livro, adoro ler sobre a história do Brasil :D
    E a capa é linda, bem criativa.

    Beijos
    Tá rolando promoção de fim de ano lá no Blog, participa!
    Colecionando Primaveras
    Fanpage

    ResponderExcluir
  4. Olá, Lara.

    Esse é um tipo de livro que não me agrada, então essa leitura eu passaria. Mas que bom que você curtiu a leitura.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Esse livro parece ser muito interessante, ler sobre a história do Brasil pelo olhar de um estrangeiro parece ser enriquecedor.
    Obrigada pela indicação, não conhecia o livro, mas agora fiquei bastante curiosa.

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Eu costumava amar livros com fatos históricos, hoje em dia eu não costumo ler mais, mas achei esse super fofo. Diagramação bonita e ainda tem figuras pra ajuda o imaginário da gente.
    Que bom que você gostou!
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. O autor é da minha região. Quando eu estava na escola, outro livro dele estava na lista que tínhamos que ler. Mas faz tanto tempo...

    ResponderExcluir

"Pense em suas palavras antes de comentar..."

© Whoislara - 2014. Todos os direitos reservados.
Criado por:Amaya Catcher Milk Shake de Morangor.
.
imagem-logo